iniciar sessão

Notícias

Salão de Genebra

A Honda no Salão Automóvel de Genebra
 
    - Novo Honda Insight tem a estreia europeia
    - Novo Accord Type-S Diesel com 180 CV (não disponível em Portugal)
    - Honda S2000 Ultimate Edition
     - CR-Z Sports Hybrid Concept e FCX Clarity mostram o futuro da Honda

O ASIMO, o evoluído robot humanóide da Honda, vai ajudar na apresentação do novíssimo Insight no Salão Automóvel de Genebra de 2009.




Este novo Insight, que fará a sua estreia na Europa neste salão, foi concebido para ser um veículo familiar prático com cinco lugares, excelente economia de combustível e baixas emissões de CO2, tudo a um preço acessível.




O mais recente veículo híbrido da Honda recupera a designação Insight, primeiro utilizada em 1999, para além de assinalar o regresso da marca à produção de híbridos numa carroçaria que valoriza a aerodinâmica e concebida para optimizar as performances da eficiente motorização gasolina‑eléctrica.



O Insight combina um motor optimizado i-VTEC de 1.3 litros a gasolina com um motor eléctrico fino e compacto. Durante a desaceleração, o motor eléctrico funciona como gerador, recuperando energia que, de outro modo, se perderia nos travões, sob a forma de calor. Esta energia é armazenada nas baterias, sendo posteriormente usada para auxiliar o motor de combustão durante a aceleração, para poupar combustível e aumentar a eficiência.

 

O Insight foi concebido para oferecer valores de consumos e emissões realistas. O seu elemento chave é o Sistema de Assistência à Condução Ecológica instalado de origem. Na parte superior do conjunto dos instrumentos, onde está o velocímetro, existe um "mostrador ambiental" que muda de cor, entre verde, caso se pratique uma condução ecológica, azul/verde, quando o veículo é conduzido de forma aceitável e azul, quando a condução não tem em consideração o aspecto económico.

 

Este mostrador ambiental no velocímetro combina com um diagrama de barra que é mais do que um simples indicador de consumos instantâneos. O mostrador no centro do conta-rotações mostra a agressividade com que o condutor acelera ou trava e encoraja-o a manter-se no centro do mostrador, através de uma utilização mais progressiva dos pedais do acelerador e dos travões.

 

Para registar o progresso de cada ciclo de condução, aparecem folhas nos caules dos ícones de plantas presentes no mostrador central, caso o condutor corresponda às condições ideais de uma condução ecológica.

O mostrador também informa o condutor sobre o seu progresso nas fases de condução ECOlógica, ao longo do período de vida útil do veículo. No final de cada viagem, o condutor recebe uma pontuação que acumula ao longo do tempo, indicando o progresso. Ao longo do tempo, o condutor é recompensado com símbolos de troféu, caso mantenha boas práticas continuadas de condução ecológica ou recebe um símbolo de planta a murchar caso se verifique regressão na condução ecológica.

 

O Insight foi projectado para ser um carro familiar prático, a um preço acessível, com excelente economia de combustível e baixas emissões de CO2. O Insight possui capacidade para cinco pessoas e um compartimento de bagagem com 408 litros de capacidade, com os bancos em posição normal. A redisposição da IPU (Intelligent Power Unit) e do módulo de baterias permitiu ao Insight possuir bancos que se rebatem de forma quase plana, aumentando a capacidade de bagagem para 1.017 litros*.

 

Os práticos interiores são complementados por uma carroçaria atraente e aerodinâmica, que ajuda o Insight a registar apenas 101 g/km de emissões de CO2 e 4,4l/100km de consumo de combustível, sob os procedimentos de testes combinados da UE.

O Insight vai estar à venda na Europa a partir de meados de Março de 2009, com a informação de preços a ser divulgada pelas Relações Públicas do representante em cada país.

 

O novo ASIMO

O anfitrião do stand da Honda será o robot humanóide mais evoluído do mundo, o novo ASIMO. Este robot ASIMO é o mais recente da longa linhagem de robots da Honda, iniciada com o E0 em 1986. O ASIMO vai ajudar na demonstração das capacidades do novo Insight. O ASIMO evoluiu ao longo dos anos, desenvolvendo capacidades de correr, reconhecer pessoas e objectos, subir escadas e até transportar e oferecer bebidas.

O ASIMO tornou-se num símbolo da investigação avançada da Honda em termos de tecnologias não-automóvel e representa o culminar de mais de 20 anos de desenvolvimento ininterrupto. O sonho da Honda é que, um dia, o ASIMO evolua de tal maneira que possa verdadeiramente ajudar as pessoas.

Em Genebra, o ASIMO vai estar a interagir com um anfitrião humano, demonstrando a versatilidade do novo Insight. O ASIMO tem provado ser imensamente popular, arrastando multidões aos salões automóvel de todo o mundo e marcando presença em exposições científicas e até em Wall Street, na bolsa de Nova Iorque.

 

Accord Sedan e Tourer equipados com motor i-DTEC de 180 CV (não disponível em Portugal)

Juntamente com o Insight e o ASIMO, vai ser apresentado a nova versão de 180 CV do aclamado motor diesel i-DTEC da Honda. Esta nova variante de alta potência produz 180 CV às 4.000 rpm, um aumento de 30 CV relativamente ao motor i-DTEC standard, com o pico de potência a surgir às mesmas rotações. O binário também aumento 30 N·m, para os 380 N·m, às 2.000 rpm.

Este motor melhorado vai equipar a nova variante Type-S do Accord. Para além do significativo aumento de potência, este novo modelo ganhou novos pára-choques mais baixos, um spoiler inferior dianteiro, extensões nas longarinas e uma grelha com acabamento cromado fumado. Este novo modelo vai estar disponível em duas novas cores Branco Pérola e Vermelho Basque, para além da gama actual de cores. Como complemento deste conjunto de alterações cosméticas, os piscas de direcção serão translúcidos, para melhor distinguir o novo modelo Type-S. Para além disso, este modelo estará equipado com um novo design de jantes de liga leve de 18 polegadas, conferindo ao Type-S uma aparência mais desportiva. 

O novo motor mantém os 2.2 litros de capacidade e obtém a potência adicional através de um turbo-compressor revisto, maior intercooler, bielas mais resistentes e cabeça do motor revista. Estas modificações permitem usar todo o potencial do aclamado motor i-DTEC, oferecendo performances excelentes e utilizáveis, com boa economia de combustível.

Os dados relativos às performances, consumos de combustível e emissões estarão disponíveis logo que o processo de homologação fique completo. A versão Type-S vai estar à venda em alguns mercados Europeus a partir do próximo Verão.

 

S2000 Ultimate Edition

O último modelo Honda S2000 Ultimate Edition estará à venda na Europa a partir de Março de 2009. Esta edição limitada foi produzida para assinalar o fim da produção deste galardoado automóvel desportivo.

A Ultimate Edition mantém o aclamado motor VTEC de 2.0 litros, com 9.000 rpm e combina-o com uma carroçaria Grand Prix pintada de branco e jantes de liga leve de cor grafite. A tonalidade da pintura evoca a cor do Fórmula 1 da Honda de 1964 e de diversos modelos desportivos posteriores. A combinação da cor exterior com as jantes de liga leve metalizadas escuras e com o exclusivo emblema preto S2000 confere um visual refrescante à forma atemporal da carroçaria deste roadster.

O exterior branco será complementado por interiores vermelhos em pele e por costuras vermelhas no fole da alavanca das mudanças. Esta Ultimate Edition possui placas numeradas únicas no painel da soleira, indicando o seu número de produção na série.

Tal com o seu nome sugere, o Honda S2000 Ultimate Edition será à última versão antes do término da produção global deste modelo, no fim de Junho de 2009.

 

FCX Clarity e Concept CR-Z

Para além dos novos modelos presentes em Genebra, teremos o Concept CR-Z Hybrids Sport, que nos dará uma previsão do modelo a juntar ao Insight e ao Civic na gama de híbridos compactos da Honda. O modelo de produção, que será baseado neste 2+2 desportivo, que será apresentado em 2010, trará algo de completamente novo no mercado dos híbridos. O conceito compacto desportivo demonstra a flexibilidade do exclusivo sistema híbrido da Honda, que pode ser combinado com diversas opções de motores a gasolina e transmissões, numa série de estilos de carroçaria.

 

CR-Z

A Sigla "CR-Z" significa "Compact Renaissance Zero" uma expressão que pretende capturar a ideia de renascença no design de automóveis compactos.

Este modelo de investigação sobre o design de um automóvel desportivo híbrido de peso leve apresenta tecnologias avançadas que oferecem uma condução agradável a todos, reduzindo o impacto ambiental do veículo.

Design exterior

Concebido para ser "futurista e dinâmico", o CR-Z combina performances potentes com um formato compacto e uma imagem futurista. Para a dianteira, a grelha sobre-dimensionada, com aspecto de elevada performance está ladeada por duas aberturas, uma de cada lado, que aligeiram o aspecto geral. Na traseira, as ópticas traseiras em formato tubular asseguram melhor visibilidade. Alguns detalhes de design que enfatizam a imagem avançada do CR-Z incluem espelhos das portas de elevada visibilidade num formato elegante, faróis de LEDs semelhantes a corpos luminosos, transmitindo uma impressão afilada e farolins secundários desenvoltos em forma de barbatana. As grandes jantes de 19 polegadas conferem um aspecto forte e desportivo, sugerindo um chassis de características dinâmicas e desportivas. A traseira alta com vidro traseiro dividido, a inclinação rasa do tejadilho e a traseira do tipo "kamm" evocam o espírito do CRX, para além de constituírem uma ligação ao design dos veículos de credenciais ambientais da Honda, o Insight e o FCX Clarity.

Design interior

O objectivo foi criar um interior desportivo totalmente novo, que fundisse o sentimento libertador oferecido por um habitáculo espaçoso com um painel avançado, que realce o prazer de conduzir. É usado em todo o interior um material de rede, numa aplicação simples, para transmitir uma imagem leve e sofisticada, sem ser opressiva. No cockpit, a unidade do painel de instrumentos transmite uma imagem de tecnologia avançada, integrada numa peça de arte em vidro, oferecendo a funcionalidade do reconhecimento imediato, melhorando a experiência de condução com um sentimento futurista.

 

Honda FCX Clarity

Ao lado do CR-Z, vai estar o veículo de produção a células de combustível da Honda, o FCX Clarity, agora já entregue a clientes nos E.U.A, incluindo o Produtor Cinematográfico de Hollywood Ron Yerxa e a actriz Jamie Lee Curtis.  

O FCX Clarity é a próxima geração de veículos a célula de combustível de hidrogénio com emissões zero, baseado numa plataforma de células de combustível de fluxo em V Honda totalmente nova e motorizado pela pilha Honda de células de combustível altamente compacta, eficiente e potente de fluxo em V. O mais recente FCX apresenta inúmeras melhorias na autonomia de condução, potência, peso e eficiência, possuindo uma aparência baixa, dinâmica e sofisticada, previamente impossível de alcançar num veículo a célula de combustível. O FCX Clarity representa um marco significativo, enquanto a Honda continua a melhorar as performances em utilização real e a aumentar a apetência de um automóvel a célula de combustível de hidrogénio.

A Honda encetou um programa de aluguer do FCX Clarity a um número limitado de clientes na Califórnia, com os primeiros veículos a serem entregues no Verão de 2008. Para além disso, algumas empresas e instituições no Japão também foram incluídas neste programa de aluguer do primeiro veículo a células de combustível de produção em massa do mundo. Entre os primeiros a receber a segunda geração do veículo a células de combustível da Honda encontra-se a família Spallino de Los Angeles, que foi a primeira "família a hidrogénio" do mundo ao receber em aluguer a anterior geração do FCX, em Junho de 2005.

Como é que o FCX Clarity funciona?

O FCX Clarity recorre a uma pilha Honda de combustível de fluxo em V, em combinação com um novo conjunto compacto e eficiente de baterias de iões de Lítio e um único depósito de armazenagem de hidrogénio para alimentar o motor eléctrico de propulsão do veículo. É a pilha de células de combustível que fornece a energia para alimentar o motor eléctrico do veículo. O hidrogénio combina-se com o oxigénio da atmosfera e a energia da reacção é convertida em energia eléctrica utilizada para propulsionar o veículo. Também se gera energia eléctrica adicional na captura de energia cinética da travagem e desaceleração do veículo (travagem regenerativa), que é armazenada juntamente com a energia excedente da célula de combustível no conjunto de baterias de iões de Lítio, sendo usada, mais tarde, para complementar a energia produzida pela célula de combustível, se e quando necessário. Este veículo apenas emite água.

Pilha de Células de Combustível de Fluxo em V

A Pilha de Células de Combustível de Fluxo em V apresenta células de estrutura totalmente nova, permitindo obter maior potência (100 kW), com menor tamanho e menos peso, com uma melhoria de 50% na densidade de potência por volume e 67% de aumento na densidade de potência por massa, em comparação com a anterior pilha de células de combustível da Honda.

Melhor Capacidade de Arranque a Baixas Temperaturas

A melhor drenagem da água possibilitada pela estrutura de fluxo em V das células da pilha de combustível facilita a obtenção de melhor potência imediatamente após o arranque. A redução no volume do líquido de arrefecimento e o design de caixa única possibilitados pelos separadores de canais de fluxo em forma de onda resulta em 40% menos de inércia térmica do que as pilhas de combustível anteriores. Como resultado, o arranque é possível a temperaturas tão baixas como -30° C.

Plataforma Honda das Células de Combustível de Fluxo em V

A revolucionária plataforma de fluxo em V do FCX Clarity aloja no túnel central do veículo, entre os dois bancos dianteiros, a pilha de células de combustível Honda de fluxo em V ultra-compacta, leve e potente. As dimensões compactas da nova pilha de combustível de fluxo em V permitem obter um habitáculo mais espaçoso e uma disposição mais eficiente dos outros componentes do grupo de potência que, de outro modo, seriam impossíveis de conjugar num 4 Portas esguio e de baixo perfil.

Design do FCX Clarity

Mais do que apenas um veículo a célula de combustível - o FCX Clarity retrata a visão da Honda sobre o futuro do design e performance automóvel, livres das restrições das tecnologias de motorização convencionais. A plataforma de 4 Portas do FCX Clarity apresenta uma carroçaria de frente curta e um habitáculo espaçoso, com acomodação confortável para quatro pessoas e respectiva bagagem. Os principais componentes do grupo de potência - incluindo o motor eléctrico, a pilha de células de combustível, o conjunto das baterias e o depósito de hidrogénio - foram tornados mais compactos e estão distribuídos ao longo do veículo para optimizar melhor o espaço, o conforto e a performance total do veículo.

Materiais e Componentes Avançados

Em linha com o conceito de automóvel ambientalmente avançado, as capas dos bancos e os forros das portas do FCX Clarity são fabricados com o Bio‑Tecido Honda - um novo material à base de plantas que permite reduções no CO2 e é uma alternativa aos materiais tradicionais do habitáculo, para além de ter uma espantosa durabilidade e resistência ao desgaste, esticamento e danos provocados pela luz do sol.

Concebido para apelar aos clientes "inovadores" que procuram o derradeiro e alternativo veículo de células de combustível com emissões zero, o FCX Clarity também está equipado com um complemento total de dispositivos evoluídos em termos de segurança, conforto e conveniência. Estes dispositivos são compostos por uma câmara traseira, controlo da velocidade de cruzeiro adaptável (ACC), sistema de travagem atenuante de colisões (CMBS), um sistema de som premium, bancos com controlo de climatização e ligação Bluetooth®. 

Outras melhorias, tais como o sistema shift-by-wire, a direcção assistida eléctrica (EPS) e o painel de instrumentos de novo design, com mostrador de leitura fácil com indicação do consumo de hidrogénio, realçam ainda mais o seu apelo aos clientes e a sua facilidade de utilização.

Emissões

O único produto que o FCX Clarity emite é água. As emissões de CO2 relacionadas com a produção de hidrogénio variam conforme a fonte; no entanto, as emissões de CO2 "well-to-wheel" (do poço à roda), utilizando hidrogénio reformado a partir de gás natural - o método mais utilizado de produção actualmente - são inferiores a metade das de um veículo convencional a gasolina. Com a produção de hidrogénio a partir da água, através da electrólise, as emissões de CO2 podem ser ainda mais reduzidas e, em último caso, aproximarem-se do zero se a electricidade for gerada por fontes sustentáveis, tais como a energia solar, eólica, hidráulica ou das ondas.

No campo da tecnologia solar, a Honda desenvolveu as suas próprias células solares, com metade da emissão de CO2 na fase de produção, em comparação com as células convencionais de silício cristalino. Além disso, a Honda iniciou a produção em série e venda desta tecnologia no Japão, tanto para uso comercial, como doméstico.  Estes painéis também são usados para gerar electricidade na estação de reabastecimento de hidrogénio do R&D em Torrance (Califórnia). 

Liderança na Tecnologia de Células de Combustível

Durante 40 anos a Honda tem vindo a trabalhar afincadamente para reduzir o impacto ambiental do automóvel, incluindo esforços para reduzir as emissões, aumentar a economia de combustível e, agora, diversos desenvolvimentos inovadores para fazer avançar o veículo a célula de combustível de hidrogénio - uma tecnologia e combustível que a Honda crê poder ser a derradeira aposta segura para um transporte limpo e sustentável, no futuro. As conquistas pioneiras da Honda neste campo incluem a primeira certificação nos EUA da Agência de Protecção do Ambiente (EPA) e da Administração dos Recursos Atmosféricos da Califórnia (CARB) atribuída a um veículo a célula de combustível (2002); o primeiro aluguer de um veículo a célula de combustível (2002); o primeiro veículo a célula de combustível a receber uma classificação de economia de combustível da EPA (2002); o primeiro cliente a usar o produto em condições de tempo frio (2004); os primeiros e ainda únicos clientes individuais (2005, 2007).

Especificações Principais do Honda FCX Clarity*

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

 

O conteúdo deste artigo é propriedade da Honda Portugal ( http://www.honda.pt/  )