iniciar sessão

Notícias

Honda MSX125

MSX125Com data de comercialização prevista para Abril deste ano, este novo modelo é a herdeira da mítica Monkey, criada em 1963, utilizando o motor da Super Cub 110, sendo o depósito e o banco da Cub C110.

Em Portugal o modelo teve uma grande aceitação, dando origem a uma tradição de coleccionadores e Monkey maníacos que procuram edições especiais e limitadas para aumentar as suas colectâneas.

Ainda hoje, a sua fórmula continua a encontrar eco junto de uma “cultura” completamente nova de jovens adolescentes condutores; conhecida como "Generation Y" nos E.U.A., "Dek Neaw" na Tailândia e "Street-Kei" no Japão, tendo crescido numa era sem fronteiras e dominada pela Internet, partilham uma cultura, moda e espírito que desafiam o convencional.

Instintivamente atraídos para o mundo das motos, estes jovens exigem que o seu primeiro meio de transporte em duas rodas seja excitante mas não demasiado desafiante, com um design que lhes faça crescer um sorriso nos lábios. Por outro lado, também querem ser notados e serem um pouco diferentes. Por outro lado, dadas as habituais pressões financeiras de quem está a começar uma vida, tudo isto tem de ser obtido da forma mais económica possível.

Para a Honda, a aquisição e apresentação, desde cedo, à qualidade e aos valores da marca é muito importante – o jovem cliente de uma moto de lazer de baixa cilindrada, provavelmente, voltará amanhã para comprar uma moto maior, o que resulta, muitas vezes, numa lealdade à marca.

Para satisfazer especificamente as necessidades desta geração de jovens condutores, a Honda produziu a MSX125 (Mini Street X-treme 125). Este modelo, é tudo o que se espera de uma Honda, em termos de performance, qualidade de construção e utilização, mas também possui estilo e transpira uma atitude muito própria. Nascida de um sentimento actual, é um modelo fresco de formato curioso e apropriadamente desprovido de convencionalismos.

 

Generalidades do Modelo
Fabricada na Tailândia, a MSX125 é suficientemente pequena para ser extremamente manobrável, no entanto também se sente uma moto de pleno direito, graças a diversos componentes de "moto grande". Em partes iguais, é uma mini-moto e uma "moto normal", com performance envolvente, complementada por uma maneabilidade de confiança e um estilo que combina um sentido de diversão com um toque urbano.

O seu comprovado e eficiente motor de 125 cm³ e injecção de combustível foi, agora, apurado, para disponibilizar ainda mais economia e entrega de binário e debitar potência de forma mais suave, com a presença de uma caixa de velocidades e embraiagem "tipo moto". Complementando esta motorização, a ciclística é compacta e possui um quadro robusto em aço, forquilha dianteira invertida, suspensão traseira mono-amortecedor, travões hidráulicos de disco à frente e atrás, jantes de 12 polegadas e baixo peso que equipam pneus largos, de baixo perfil.

Durante o desenvolvimento da MSX125, foi pedido o registo de quatro patentes, maioritariamente centradas na cobertura do depósito de estrutura dividida e no quadro, prova de quão a sério a Honda se dedicou a esta moto. Pode ser uma moto pequena, mas em termos de vendas mundiais, consciência de marca e satisfação do cliente, o seu impacto será enorme.

 

Características-chave
Ciclística
Foram três as prioridades de desenvolvimento da ciclística da MSX125: teria de ser uma moto prática, que os novos condutores pudessem usar – e estacionar – com facilidade de utilização em ambiente urbano. Mas também teria de ser igualmente funcional e agradável fora da cidade transportando facilmente um passageiro.

Foi escolhido um quadro mono-trave em aço. O seu tubo rígido de secção quadrada junta a coluna da direcção directamente aos pratos pivot do braço oscilante e todos os outros componentes em efeito estão "pendurados" de forma visível no quadro, contribuindo muito para o aspecto minimalista da MSX125. A rigidez vertical/horizontal e a flexão no pivot do braço oscilante e nas chapas de fixação do motor especificamente estudadas oferece o equilíbrio perfeito entre conforto e confiança.

A nova estrutura do quadro também permitiu obter uma disposição eficiente dos componentes relacionados com o sistema PGM-FI e com o sistema eléctrico no interior da cobertura do depósito, sem ter de diminuir a sua capacidade, que, com 5,5 litros A distância entre eixos assenta nuns justos 1200 mm, o ângulo da coluna de direcção e o avanço (trail) são 25º e 81 mm e a tara fica-se pelos 101,7 Kg. A MSX125 tem uma baixa altura, 765 mm, o que a torna muito manobrável; as suas dimensões também permitem aos proprietários de auto-caravanas carregá-la, descarregá-la e usá-la muito facilmente.

Outro dos objectivos da MSX125 foi oferecer uma suspensão de qualidade superior à da sua classe. A forquilha USD de 31 mm – uma novidade num modelo Honda de 125 cm³ – reduz o peso não suportado e, graças à maior área de suporte de pressão dos pistões (em comparação com uma forquilha telescópica standard) oferece um amortecimento de melhor sensibilidade, em todo o curso do amortecedor. As mesas, superior e inferior, têm tamanho habitual, o que melhora ainda mais a maneabilidade e a sensibilidade ao condutor, enquanto o mono-amortecedor traseiro, robusto, de baixo peso, trabalha num braço oscilante resistente, de formato simples e perfil em caixa de 50 x 25 mm.

Um ponto fundamental na forma e função da MSX125, as jantes alumínio fundido de 12 polegadas têm aros de 2.5 polegadas de largura. Os novos raios em Y não só têm excelente aspecto, como permitem poupar peso e os pneus 120/70-12 à frente e 130/70-12 atrás injectam uma dinâmica diferente, em termos de aparência e de performance. Dupla pinça de travão hidráulica frontal e de um pistão traseiro, trabalham em discos simples de 220 mm à frente e de 190 mm atrás.

A MSX125 utiliza um farol combinado do tipo projector – este tipo de farol oferece uma forte identidade e presença à frente da moto e usa uma única fonte de luz (uma lâmpada HS1 35W/35W de duplo filamento), em vez de um par de lâmpadas, uma para o feixe de médio e outra para o de máximo. O feixe médio é gerado pela unidade superior de projecção e o feixe máximo é produzido pelos multi-reflectores dispostos na secção inferior do farol. Uma luz azul subtil flanqueia a lente projectora e adiciona carácter e visibilidade, enquanto o brilhante farolim traseiro de LEDs se funde de forma perfeita na silhueta robusta da moto.

De leitura fácil tendo em conta as suas dimensões compactas, o painel digital LCD fornece todas as informações de que o condutor necessita – velocímetro, conta-quilómetros parciais duplos, indicador do nível do combustível e relógio. Para reiniciar os conta-quilómetros parciais e acertar o relógio ou para alternar entre conta-quilómetros e conta-quilómetros parcial, usam-se os botões de cada lado do painel

A MSX125 está disponível em quatro opções de cor:
Preto - Asteroid Metallic
Branco - Pearl Himalayas
Amarelo - Pearl Queen Bee
Vermelho - Pearl Valentine

Motor
O motor de 125 cm³ de duas válvulas e refrigeração a ar da MSX125 tem por base uma das unidades de potência mais comprovadas da Honda; recentemente utilizado na Wave 125i, das quais já foram fabricadas mais de 930.000 de unidades, desde o início da produção em 2003, tendo conquistado elogios universais durante a última década, graças à sua excelente economia de combustível, facilidade de utilização e longevidade.

O desenvolvimento suplementar deste motor para aplicação na MSX125 resultou em menores consumos de combustível, utilizando tecnologias de baixo atrito, tais como cilindro descentrado e balanceiros de rolete nas válvulas. A redução da inércia da cambota também resultou em melhores respostas ao acelerador e numa entrega mais suave da potência.

Para dar uma "sensação de moto" à MSX125, este modelo foi equipado com uma caixa de quatro velocidades accionada por uma embraiagem manual, oferecendo mudanças suaves e consistentes. A transmissão final 15 dentes no pinhão de ataque e 34 dentes na cremalheira em conjunto com as jantes de 12 polegadas oferecem respostas vigorosas na cidade, com capacidade para andar devagar numa mudança alta – perfeito para deslizar entre os engarrafamentos.

O sofisticado sistema PGM-FI garante uma combustão de elevada eficiência e trabalha em conjunto com a admissão do ar e o escape para oferecer uma experiência envolvente ao rodar o acelerador. A conduta de ligação e o funil da admissão do ar estão divididos em dois, permitindo que o seu comprimento seja optimizado para uma entrega consistente de binário, a baixa e alta rotação. A grande caixa-de-ar de 3 litros de capacidade e o filtro húmido de papel oferecem um fluxo de admissão de ar fiável e silencioso; o filtro tem intervalos de mudança de 16.000 km.

O tubo do escape tem um diâmetro grande de 28,6 mm, com um silenciador multi-secção de maior volume (3 litros), permitindo maior potência nas gamas de média e alta rotação. O próprio silenciador utiliza uma protecção de dupla camada, com uma cobertura interna de metal que protege do calor e uma blindagem exterior em resina. A melhoria da eficiência do catalisador foi obtida colocando-o dentro do próprio tubo de escape; as altas temperaturas permitem que entre em actividade mais cedo, enquanto a barra alongada cónica na frente do catalisador permite que os gases a atinjam de forma uniforme.

No cômputo geral, o motor da MSX125 oferece uma mistura perfeita entre performances vigorosas e utilização vantajosa, acessível e divertida. O esforço de redução da fricção interna e o aumento da eficiência da admissão e do escape permitiu obter uma unidade altamente económica.

 

Especificações técnicas
MOTOR
Tipo: Monocilíndrico, 2 válvulas, refrigeração por ar
Cilindrada: 124,9 cm3
Diâmetro x Curso: 52,4 mm x 57,9 mm
Taxa de compressão: 9,3:1
Potência máxima: 9,8 CV (7,2 kW) / 7.000 rpm
Binário máximo: 10,9 Nm/5.500 rpm
Depósito de Óleo: 1,1 litros

SISTEMA DE COMBUSTÍVEL
Tipo: Injecção electrónica PGM-FI
Depósito do combustível: 5,5 litros

SISTEMA ELÉCTRICO
Arranque: Eléctrico
Bateria: 12 V-3,5 AH
Capacidade ACG: 160W/5.000 rpm

TRANSMISSÃO
Embraiagem: Multi-disco banhada em óleo
Tipo da transmissão: 4 Velocidades
Transmissão final: Por corrente

QUADRO
Tipo: Mono-trave em aço

CICLÍSTICA
Dimensões (CxLxA): 7.760 mm x 755 mm x 1.010 mm
Distância entre eixos: 1.200 mm
Ângulo da coluna da direcção: 25°
Avanço (trail): 810 mm
Altura do assento: 765 mm
Distância mínima ao solo: 160 mm
Peso em ordem de marcha: 101,7 kg
Raio de viragem: 1,9 metros

SUSPENSÃO
Dianteira: Forquilha USD de 31 mm,
Traseira: Mono-amortecedor, braço oscilante de formato simples

RODAS
Dianteira: Liga de alumínio, raios Y, MT 2.5 - 12
Traseira: Liga de alumínio, raios Y, MT 2.5 - 12
Dimensão do pneu dianteiro: 120/70-12
Dimensão do pneu traseiro: 130/70-12

TRAVÕES
Dianteiro: Disco único de 220 mm, hidráulico com pinça de duplo pistão.
Traseiro: Disco único de 190 mm, hidráulico com pinça de um pistão.

INSTRUMENTOS e ELECTRÓNICA
Instrumentos: Painel LCD digital com velocímetro, duplo contador parcial, indicador de combustível e relógio.
Farol: Farol combinado do tipo projector com uma lâmpada HS1 35W/35W de duplo filamento

Todas as especificações são provisórias e estão sujeitas a alterações sem aviso.

Fonte: Honda Portugal

 

{webgallery}

MSX125

MSX125

MSX125

MSX125

Honda Monkey

{/webgallery}