iniciar sessão

Notícias

Honda NC750X 2016

Honda NC750X 2016A derradeira moto utilitária da Honda recebe um estilo de aventura mais marcado, com um look novo e mais robusto, iluminação de LEDs, écran mais alto, forquilha revista, mais espaço para bagagem e novas cores personalizadas. A versão DCT de Transmissão de Dupla Embraiagem recebe novo modo S com 3 níveis e actualizações de software para os modos de condução MT e AT. O motor bicilíndrico paralelo de 750 cm³ é económico e passa a cumprir a norma EURO4; o escape foi revisto e tem agora uma sonoridade mais profunda.

 

1. Introdução

Desde a sua estreia em 2012 (originalmente a NC700X), a versatilidade a toda a prova e as performances da NC750X tem estado na base do sucesso de vendas que este modelo tem registado, situando-se consistentemente entre os dez modelos mais vendidos em toda a Europa.

Os motivos para este sucesso são vários: o inovador motor bicilíndrico, económico e carregado de binário, nas gamas de baixa e média rotação, a posição de condução descontraída, confortável e espaçosa, o guiador largo e o banco confortável, as suspensões de cursos longos e o estilo distinto de moto de aventura, todos têm um papel preponderante neste sucesso.

O compartimento de arrumação (onde habitualmente estaria o depósito de combustível), com capacidade para albergar um capacete integral e a exclusiva caixa DCT (Transmissão de Dupla Embraiagem) da Honda, preferida por mais de um terço dos clientes, são características que destacam a NC750X dos demais modelos.

No conjunto, as qualidades da NC750X combinam-se e criam um modelo de funcionamento soberbo. Para todos os tipos de condução – no dia-a-dia, para viajar ou simplesmente por prazer – é uma moto com uma atracção polivalente. Para 2016, as formas e as funções foram ainda melhoradas, aproveitando o ADN inovador da NC750X e dando-lhe uma sensibilidade – e um trabalhar – ainda mais distinto.

 

 

2. Generalidades do Modelo

A evolução para 2016 da NC750X actualiza o estilo da moto, dando-lhe uma identidade de aventura ainda mais marcada e melhorando o conforto do condutor e do passageiro.

O pára-brisas maior oferece melhor protecção contra o vento e o espaço para bagagem é também maior, agora com calhas incorporadas na tampa. O farol e o farolim são ambos novos e de LEDs acrescentando um toque de classe, os novos instrumentos – com ecrã de cores variáveis – podem ser personalizados e contribuem para a imagem premium.

A transmissão DCT também foi actualizada ao nível do software, para maior sensibilidade nas embraiagens em toda a gama de rotação do motor. Para uma condução ainda mais desportiva, o modo S possui agora 3 níveis quando em mudanças automáticas (AT) e limites de rotação mais altos para as reduções em modo manual (MT). As outras actualizações de software também melhoram o desempenho da DCT numa variedade de circunstâncias.

A suspensão dianteira recebe uma nova forquilha dianteira Showa, de Válvulas "Dual Bending" (SDBV), e o amortecedor traseiro tem agora um sistema de afinação da pré-carga da mola. O novo sistema de escape é mais leve e oferece uma sonoridade agradável e ajustada às actualizações do motor e a versão de caixa manual, de seis velocidades, tem uma embraiagem de accionamento mais leve.

 

 

3. Características-chave

 

3.1 Estilo e Equipamento

Grande parte da experiência de condução de uma moto vem daquilo que se sente; nesse sentido, a NC750X redefine o conceito de "Sensual Performance". Pela frente, a moto está mais arrojada e com uma identidade mais "adventure"; o farol de LEDs e as luzes de presença formam uma impressão única.

O ecrã é 70 mm mais alto, melhorando a aerodinâmica à volta do condutor e a conduta central iguala a pressão. As ranhuras nas partes superior esquerda e direita reduzem o ruído do vento.

As carenagens laterais foram preenchidas e as tampas laterais estão mais pequenas, criando linhas musculadas. O banco talhado e o farolim traseiro de LEDs e lente clara são sublinhados pelo novo sistema de escape e criam um look minimalista, destacando ainda mais a posição avançada da moto.

O porta-bagagens aumentou 1 litro, para os 22 litros e a tampa agora possui calhas externas robustas por fora, por exemplo, para montar um saco de depósito. O interior da tampa tem quatro ganchos para montar esticadores elásticos e ajudar ao transporte de bagagem e utilizar da melhor forma todo o espaço.

O novo painel de instrumentos possui um ecrã de tipo LCD negativo. As informações incluem conta-quilómetros, totalizador e parcial, indicadores de mudança engrenada, de consumos, do nível do combustível e no nível de aquecimento dos punhos (este último é opcional), bem como um indicador para os 3 níveis do modo S para a versão DCT.

A cor da barra de conta-rotações também pode ser personalizada, num total de 9 opções. Também se podem definir as cores consoante a mudança engrenada, a gama de rotações ou (para a versão DCT) o modo de condução.

Os modos ECO e SHIFT são outras das opções de condução com o ecrã definido para mostrar apenas uma cor ou consoante o modo de condução (este último, na versão DCT). O modo ECO acende o ecrã em cor azul se a moto for conduzida de forma eficiente e económica, ou verde, se a economia for ainda maior. O modo SHIFT muda a cor para laranja quando a rotação do motor excede o limite pré-definido pelo condutor.

A nova chave ondulada inclui o sistema imobilizador (HISS) da Honda. Se a ID do chip embebido na chave não corresponder à ID da Unidade de Controlo do Motor (ECU), o motor não arranca.

A NC750X vai estar disponível em 5 esquemas cromáticos:

- Branco Pérola Mate Glare
- Vermelho Candy Arcadian
- Prata Metalizado Sword
- Metalizado Mate Gunpowder
- Azul Metalizado Glint Wave

A linha de Acessórios Genuínos da Honda, concebida especificamente para este modelo, inclui uma base porta-bagagens traseira, protectores integrados para as mãos que conferem um estilo marcado de aventura; além disso, há duas top case de 35 litros ou de 45 litros, malas laterais de 29 litros, bolsas interiores para a top case/malas laterais, faróis de nevoeiro, barras de protecção para as carenagens, punhos aquecidos de 5 níveis, um cadeado em U e tomada para acessórios.

 

3.2 Transmissão de Dupla Embraiagem (DCT)

A tecnologia DCT da Honda já vai no seu sexto ano de produção e, ano após ano, cada vez conquista mais popularidade entre os utilizadores. O DCT é um sistema de duas embraiagens: uma, serve para o arranque e para engrenar as mudanças ímpares – 1ª, 3ª e 5ª; a outra engrena as mudanças pares – 2ª, 4ª e 6ª; o veio primário de cada embraiagem está localizado no interior da outra, oferecendo uma configuração muito compacta. Cada embraiagem possui o seu próprio circuito electro-hidráulico de controlo.

O sistema DCT possui um modo de condução automático e um modo MT para engrenar as mudanças manualmente. O modo de funcionamento básico do sistema é o modo D, adequado para uma condução normal em vias rápidas, com a máxima economia. O modo S – onde, para se obter uma condução mais desportiva, as mudanças são engrenadas a limites de rotação mais elevados do que no modo D – foi agora alargado e apresenta três níveis distintos de performances desportivas. Alguns condutores preferem conduzir em mudanças mais altas, outros preferem mudanças mais baixas e os três modos permitem cada um escolher as respostas da caixa mais adequadas ao seu estilo de condução. O nível seleccionado fica memorizado e passa a ser o nível por defeito. Esse nível também é indicado no painel de instrumentos.

Agora, a caixa DCT da NC750X possui "Embraiagens com Capacidade de Controlo Adaptável" (no original, Adaptive Clutch Capability Control). Este sistema gere a quantidade de binário transmitido pelas embraiagens. Esta nova funcionalidade dá uma sensação nova e mais suave ao funcionamento da caixa, ao abrir e fechar o acelerador, melhorando a qualidade da condução. Outras melhorias incluem um interruptor N-D de funcionamento mais suave após ligar a ignição e um sistema de controlo para o modo AT que detecta o ângulo de inclinação da estrada (em subida e em descida) e adapta em conformidade o padrão das mudanças.

 

3.3 Ciclística

O quadro da NC750X, uma estrutura robusta tipo diamante, que oferece os elevados níveis de rigidez necessários para uma condução ágil e de boas respostas, numa diversidade de condições. Este tipo de quadro é ideal quando é necessário aproveitar ao máximo o espaço disponível, já que ocupa muito pouco volume e oferece uma dinâmica de condução fantástica.

O ângulo da coluna da direcção e o eixo de arraste (trail) são de 27° e 110 mm, respectivamente, numa distância entre eixos de 1.535 mm; a distribuição destes pesos é de 48/52. O peso a seco é de 220kg (230kg na versão com DCT). O banco tem 830 mm de altura.

A posição de condução é vertical e neutra, com um ponto de visibilidade mais elevado, que oferece mais percepção visual. Outra das vantagens desta posição de condução tipo aventura é o controlo a baixa velocidade – combinada com o baixo centro de gravidade e o ângulo generoso da direcção – o resultado é uma maneabilidade e um equilíbrio excepcionais a baixa velocidade.

Para a versão de 2016, a forquilha telescópica Showa de 41 mm e curso de 153.5mm possui válvulas "Dual Bending", com relações de amortecimento em compressão e extensão optimizadas. Esta optimização permite adaptar de forma precisa e proporcional a força de amortecimento à velocidade do êmbolo – logo a partir da gama de baixa velocidade – melhorando a qualidade e o conforto da condução. O aumento da força de compressão favorece respostas progressivamente mais firmes e ajuda a reduzir o curso da suspensão, quando das travagens a fundo. Os topos da forquilha em Cinzento Alumite acrescentam um toque de classe.

O mono-amortecedor traseiro recebe um sistema de afinação da pré-carga da mola e tem 150 mm de curso. Esta unidade de suspensão trabalha num sistema Pro-Link, com equilíbrio optimizado e curso suave, logo desde o início, para absorver os ressaltos a baixa velocidade e oferecer um excelente controlo geral.

O disco dianteiro ondulado de 320 mm possui uma pinça de duplo êmbolo revista e é complementado por um disco traseiro de 240 mm e pinça de um êmbolo; este sistema oferece ampla potência, numa travagem bastante fácil de modular. O sistema ABS de dois canais é leve e permite travagens de confiança, mesmo em superfícies de baixa aderência ou pavimento molhado.

As rodas são de alumínio fundido – com dimensões 17 x 3,50 /17 x 4,50 e pneus 120/70 ZR17/160/60 ZR17. As válvulas dos pneus de formato em L e também em alumínio forjado, facilitam as operações de enchimento e verificação da pressão dos pneus.

 

3.4 Motor

A arquitectura do motor da NC750X, uma unidade bicilíndrica em paralelo, de refrigeração líquida e cabeça de 8 válvulas, oferece performances poderosas nas gamas de baixa e média rotação. O curso relativamente longo e as câmaras de combustão de formato especial juntam-se à cambota de elevada massa de inércia e produzem facilmente elevadas quantidades de binário, logo desde muito baixa rotação. O pico de potência é de 55cv (40,3 kW) às 6.250 rpm, com os 68 N·m de binário máximo a surgirem às 4.750 rpm.

O sistema PGM-FI de alimentação de combustível injecta sempre a relação ar/combustível exacta para obter a queima completa e limpa da mistura, independentemente da rotação do motor e da situação de condução. O motor já está em conformidade com a norma EURO4 e apresenta emissões de CO2 de apenas 81g/km e consumos de 3,5Lt/100km (28,6 km/l), segundo o método WMTC; estes valores originam autonomias superiores a 400 km por cada depósito de 14,1 litros de combustível, que está situado por baixo do banco.

Os dois veios de equilibragem anulam as vibrações de inércia a alta rotação, refinando ainda mais este motor, mas não contrariando o seu "troar" característico da ordem de ignição 270°. O diâmetro e o curso dos cilindros são de 80 x 77 mm. Mantendo o número de componentes reduzido ao mínimo, o motor é leve, eficiente e fiável. Para 2016, o motor da versão de caixa manual foi actualizado com uma nova relação de accionamento da manete da embraiagem – e uma manete de novo design – tornando muito mais fáceis as mudanças frequentes.

Há apenas uma rampa de aceleração com 36 mm e, onde possível, os componentes servem mais do que apenas um propósito: a cambota acciona a bomba de água e um dos veios de equilibragem comanda a bomba de óleo.

O novo sistema de escape de formato pentagonal e peso reduzido é mais pequeno do que o anterior design e usa duas câmaras ligadas por um tubo que serve como câmara final de ressonância, para criar uma sonoridade mais distinta e entusiasmante. O catalisador incorporado tem dupla estrutura e oferece emissões mais limpas.

 

4. Especificações Técnicas

 

MOTOR

 

Tipo

Refrigeração por líquido, 4 tempos, cabeça SOHC de 8 válvulas, bicilíndrico paralelo. Motor conforme a norma EURO 4

Cilindrada

745 cm³

Diâmetro e Curso

77 mm x 80 mm

Relação de compressão

10,7 : 1

Potência máxima

40,3 kW às 6.250 rpm (95/1/EC)

Binário máximo

68 N·m às 4.750 rpm (95/1/EC)

Capacidade de óleo

MT: 3,7 litros

DCT: 4,1 litros

Emissões de CO2

81g/km

COMBUSTÍVEL

 

Alimentação

Injecção electrónica PGM-FI

Capacidade do depósito de combustível

14,1 litros

Consumos

MT: 3,5Lt/100km (28,6 km/litro), pelo método WMTC)

DCT: 3,5Lt/100km (28,6 km/l), pelo método WMTC – Testado em modo D)

SISTEMA ELÉCTRICO

 

Arranque

Eléctrico

Capacidade da bateria

12 V/11,2 AH

Potência do alternador

MT: 420 W/5.000 rpm

DCT: 450 W/5.000 rpm

TRANSMISSÃO

 

Tipo de embraiagem

MT: embraiagem, húmida com multi-discos

DCT: 2 embraiagens hidráulicas, húmida com multi-discos

Tipo de caixa

MT: Caixa manual de 6 velocidades

DCT: 6 velocidades, dupla embraiagem (DCT)

Transmissão final

Por corrente

QUADRO

 

Tipo

Tubos de aço, tipo diamante

CICLÍSTICA

 

Dimensões (C x L x A)

2.230 mm x 845 mm x 1.350 mm

Distância entre eixos

1.535 mm

Ângulo da coluna da direcção

27

Eixo de arraste (trail)

110 mm

Altura do banco

830 mm

Altura ao solo

165 mm (mínima)

Peso a seco

MT: 220 kg

DCT: 230kg

SUSPENSÃO

 

Dianteira

Forquilha telescópica convencional, 41 mm de diâmetro, 153,5 mm de curso

Traseira

Mono-amortecedor, braço oscilante Pro-Link, curso de 150 mm

JANTES

 

Dianteira

Multi-raios, alumínio fundido

Traseira

Multi-raios, alumínio fundido

Dimensões da jante dianteira

17M/C x MT3,50

Dimensões da jante traseira

17M/C x MT4,50

Pneu dianteiro

120/70-ZR17M/C (58W)

Pneu traseiro

160/60-ZR17M/C (69W)

TRAVÕES

 

Tipo de sistema ABS

2 canais

Dianteiro

Hidráulico, disco único ondulado de 320 mm, pinça de 2 pistões e pastilhas de material sinterizado

Traseiro

Hidráulico, disco único ondulado de 240 mm, pinça de 1 pistão e pastilhas de material sinterizado

INSTRUMENTOS E SISTEMA ELÉCTRICO

 

Instrumentos

Velocímetro digital, conta-rotações digital por gráfico de barras, relógio, indicador do nível do combustível por gráfico de barras, dois conta-quilómetros parciais, indicador de mudança engrenada, indicadores de consumo instantâneo e médio de combustível e luz avisadora de temperatura elevada do líquido de refrigeração.

Sistema anti-roubo

HISS

Farol

LED

Farolim

LED

 

Todas as especificações são provisórias e estão sujeitas a alterações sem aviso prévio.

** Queira notar que os valores apresentados foram obtidos pela Honda em condições de teste normalizadas, prescritas pelo WMTC. Estes testes são realizados em andamento na estrada com a versão base da moto, apenas com o condutor e sem equipamentos adicionais. Os consumos reais podem variar consoante a forma de condução, a manutenção do veículo, as condições meteorológicas e da estrada, a pressão dos pneus, a presença de acessórios ou de carga, o peso do condutor e do passageiro e outros factores.