iniciar sessão

Notícias

Honda CB300R 2018

Honda CB125R 20181. Introdução

A gama da Honda para 2018 inclui uma novo modelo: a CB300R. Parte da nova família de modelos desportivos naked – que inclui também a CB1000R e a CB125R, ambas novas para 2018 – esta moto destila todo o entusiasmo de quem chega pela primeira vez ao mundo das duas rodas, num formato muito distinto e de baixo peso.

A CB300R é o grande passo em frente na carreira motociclística dos jovens pilotos ou o modelo certo para quem chega agora ao mundo das motos, depois de ter conduzido um modelo de 125 cm³, graças às sensações impressionantes e envolventes que oferece, tanto em termos de motor, como de ciclística, mas sem as implicações e limitações de peso, custo e de carta das motos de maior cilindrada. Este é também um excelente modelo, agora adicionado à gama da Honda, para novos condutores que queiram evoluir as suas aptidões e desfrutar de uma condução divertida, usufruindo do poderio tecnológico da marca, da sua filosofia de design e de elevada qualidade de construção.

Divertida de conduzir, um orgulho para o seu proprietário e uma direcção nova e arrojada para os modelos de menor cilindrada, a CB300R está equipada com diversas características premium que, como já se disse, têm origem nas suas irmãs de maior porte. A CB300R vem assim injectar um estilo fresco e renovado nas ruas das cidades europeias, graças à sua atitude Neo Sports Café, minimalista e despida, partilhada com os modelos de 1.000 e de 125 cm³.

 

2. Generalidades do modelo

A redução do peso – e a CBR300R é excelente neste domínio, com apenas 143kg em ordem de marcha – confere a este modelo Honda um trunfo e uma vantagem na "guerra das performances" dos modelos de baixo peso. A mistura explosiva de um motor monocilíndrico de rotação livre, refrigeração líquida e 286 cm³, aliado a um estilo e presença únicos, dá à CBR300R uma intenção e um entusiasmo inspiradores para os jovens condutores que são impossíveis de disfarçar.

O novo quadro é uma mistura de aço prensado e tubular e oferece um excelente equilíbrio com feedback muito bom. A CB300R também apresenta uma forquilha USD de 41mm, travão dianteiro de pinça radial de 4 êmbolos e disco flutuante, ABS com IMU e pneus radiais Dunlop.

A qualidade superior e o orgulho do proprietário neste modelo são aumentados por funcionalidades e características normalmente encontradas em motos de cilindrada bastante mais elevada como, por exemplo, o guiador em aluminio, o painel de instrumentos LCD e a iluminação integral por LEDs.

 

3. Características principais

3.1 Ciclística e estilo

 

  • Estilo minimalista e industrial, inspirado na CB1000R de 2018
  • Quadro de baixo peso mistura aço tubular e prensado
  • Forquilha USD de 41mm e braço oscilante em alumínio de secção irregular
  • Pinça radial de 4 êmbolos e disco dianteiro flutuante de 296 mm
  • Luzes integrais de LEDs e painel de instrumentos LCD
  • ABS baseado no sistema IMU

 

O quadro da CB300R – que contribui muito para sublinhar o estilo minimalista deste modelo e inspirado nas linhas Neo Sports Café, tal como a nova CB1000R de 2018 – é fabricado em aço tubular e prensado; o braço oscilante é construído em chapas de aço com secção cruzada irregular. Estes dois componentes foram concebidos para terem elevada rigidez longitudinal e oferecerem excelente controlo às forças de torção originadas pela deflexão das rodas, mas sem excesso de rigidez ou de peso.

A rigidez básica do quadro está fortemente ancorada nos pratos de pivot do braço oscilante e no próprio braço oscilante, ambos realizados em aço prensado, permitindo que o quadro de estrutura tubular em aço possa oferecer uma condução muito ágil e um feedback excelente. A forquilha USD de 41 mm complementa a condução suave da CB300R, com um amortecimento muito elástico e adequado.

O monoamortecedor traseiro possui 5 níveis de regulação de pré-carga da mola. A repartição do peso a 49,6/50,4 % entre a frente e a traseira da moto oferece uma aderência muito positiva na roda dianteira, com excelentes características de direccionabilidade, o que também é coadjuvado pelo baixo peso em ordem de marcha de apenas 143 kg e distância entre eixos compacta de 1.352 mm.

O guiador em alumínio, de diâmetro grande, oferece um raio de viragem de 40° entre batentes e o valor de apenas 2,3 mm para o diâmetro de viragem facilita imenso as manobras no meio do trânsito. A altura do banco é de 799 mm.

O disco dianteiro flutuante de 296 mm é actuado por uma pinça Nissin de montagem radial e com 4 êmbolos; o disco traseiro de 220 mm tem uma pinça de 1 êmbolo. Ambos os discos são controlados por um modulador ABS de 2 canais. O sistema de elevada especificação trabalha com base no Sistema IMU (Unidade de Medição de Inércia) para uma distribuição precisa de travagem ABS, entre a frente e a traseira, reagindo ao comportamento da moto. O pneu traseiro é um radial nas medidas 150/60R-17, complementado por um pneu dianteiro também radial com medidas 110/70R-17.

O estilo da CB300R, com uma minimalização deliberada, coloca em destaque os componentes pretos da moto. Este é outro modelo que comunica segundo o mesmo idioma de design "Neo Sports Café" da CB1000R: minimalista e brutalmente bem aprumado, este modelo vem trazer uma atitude nova e de presença forte ao segmento de motos naked. A traseira em corte oferece suporte para a montagem dos bancos separados para o condutor e passageiro e para o guarda-lamas traseiro. Os apoios para os poisa-pés do condutor e do passageiro são em alumínio.

O painel de instrumentos LCD é fino (apenas 23,5 mm) e pesa pouco (somente 230 g), mas oferece todas as informações necessárias à condução de forma simples: velocidade, rotação do motor, nível do combustível e mudança engrenada, com as luzes indicadoras espalhadas pela parte superior. A iluminação integral por LEDs – incluindo os piscas de direcção – aumenta as especificações da moto e contribuem para a centralização das massas. O farol usa o conceito de dois níveis de iluminação, em cima para o feixe de médios e em baixo para o de máximos; o farolim traseiro é o mais fino alguma vez montado numa moto Honda.

O depósito com capacidade para 10 litros de combustível está oculto por baixo das tampas e resguardos angulares e inclui um tampão "tipo avião". Os consumos são de 30,2 km/l – 3,31 l/100 km – (em modo WMTC), que oferecem à CB300R uma autonomia superior a 300 km por cada depósito cheio.

 

3.2 Motor

 

  • Motor monocilíndrico SOHC e 4 válvulas com excelentes respostas
  • Picos de potência e binário de 23,1 kW (31,4 CV) e 27,5 N·m, respectivamente
  • Escape de saída lateral montado em posição rebaixada
  • Caixa de 6 velocidades

 

O motor monocilíndrico da Honda CB300R é uma unidade DOHC compacta e refrigerada por líquido, com 286 cm³ e 4 válvulas – o mesmo da CBR300R - e é uma das "jóias da coroa" que já conquistou muitos seguidores graças à sua natureza de rotação livre e excelentes respostas. E, apesar deste seu carácter de rotação fácil e livre consegue fazer correr a adrenalina nas veias de quem se sentar na moto quando a rotação sobe, é também um motor que funciona muito bem nas situações de condução do mundo real, seja na cidade ou nas vias rápidas.

O pico de potência é de 23,1 kW (31,4CV) e chega às 8.500 rpm, com o pico de binário de 27,5 N·m a aparecer às 7.500 rpm. A caixa de 6 velocidades oferece uma excelente distribuição das relações de transmissão, para acelerações poderosas; a CB300R leva apenas 9,2 segundos a chegar dos 0 aos 200 metros.

O diâmetro e o curso são de 76 x 63 mm e a relação de compressão é de 10,7 : 1. O sistema de injecção PGM-FI – com rampa de aceleração de 38 mm e admissão de trajecto curto e a direito – oferece respostas vivas ao acelerador em toda a faixa de rotação. O escape montado em posição rebaixada tem um silenciador de dupla câmara do lado direito.

Para reduzir os custos de manutenção – um factor de extrema importância para os condutores mais jovens – o motor foi concebido tendo também em consideração a utilização do mínimo possível de peças móveis. Detalhes como os segmentos de baixo atrito, o radiador com ninho de alta densidade e a vela de ignição com ponta de irídio ajudam a aumentar a eficiência de combustível.

 

4. Especificações técnicas

MOTOR

Tipo 4 tempos, monocilindro, refrigeração por líquido

Cilindrada 286 cm3

Diâmetro x Curso 76 x 63 mm

Taxa de compressão 10,7:1

Potência máxima 31,4 CV (23,1 kW) / 8.500 rpm

Binário máximo 27,5 Nm/7.500 rpm

 

SISTEMA DE COMBUSTÍVEL

Tipo Injecção electrónica PGM-FI

Depósito do combustível 10 litros

Consumo de combustível 3,3lt/100km (30,2 km/l) (método WMTC)

 

SISTEMA ELÉCTRICO

Arranque Eléctrico

Bateria 12 V- 7 AH

 

TRANSMISSÃO

Embraiagem Multi-disco banhada em óleo

Tipo da transmissão 6 Velocidades

Transmissão final Por corrente

 

QUADRO

Tipo Aço; geometria tipo diamante

 

CICLÍSTICA

Dimensões (CxLxA) 2.012 mm x 802 mm x 1.052 mm

Distância entre eixos 1.352 mm

Ângulo da coluna da direcção 24°

Altura do assento 799 mm

Distância mínima ao solo 151 mm

Peso em ordem de marcha 143 kg (versão ABS)

 

SUSPENSÃO

Dianteira Forquilha telescópica de 41 mm, curso de 130mm 

Traseira Mono-amortecedor, braço oscilante Pro-Link, curso de 107mm

 

RODAS

Tipo

Dianteira Liga de alumínio, multi-raios

Traseira Liga de alumínio, multi-raios

 

Dimensão das jantes

Dianteira 17’’

Traseira 17’’

 

Dimensão dos pneus

Dianteiro 110/70R-17M/C 54H

Traseiro 150/60R-17M/C 65H

 

TRAVÕES

Tipo

Dianteiro Disco único de 296 mm com pinça de 2 pistões e pastilhas de metal sinterizado. ABS 2 canais com IMU

Traseira Disco único de 220 mm com pinça de um pistão e pastilhas de metal sinterizado. ABS 2 canais com IMU

 

 

Todas as especificações são provisórias e estão sujeitas a alterações sem aviso.

 

Método WMTC - Informamos que os valores indicados de consumo são resultados obtidos pela Honda, em condições de teste uniformizadas, tal como prescrito pelo método WMTC. Os testes foram realizados em estrada aberta usando a versão base do veículo, só com o condutor e sem equipamento opcional adicional. Os consumos reais de combustível podem variar de acordo com a forma como conduz, como é efectuada a manutenção ao seu veículo, com as condições atmosféricas, as condições da estrada, a pressão dos pneus, a instalação de acessórios, a carga, o peso do condutor e do passageiro e outros factores.

 

Galeria